A potência do “4 x 4” para o SUS

Uma audaciosa e muito poderosa proposta para o avanço do SUS foi discutida na primeira semana deste mês, no I Congresso Brasileiro de Políticas e Sistemas de Atenção às Urgências e Acesso Hospitalar – promovido pela Rede Brasileira de Cooperação em Emergência ( https://rbce.com.br/) capitaneada pelo Prof. Armando De Negri.

A ideia central é o lançamento da Campanha “4 x 4” – Permanência de 4 horas nas Emergências e ampliação dos leitos hospitalares do SUS para 4/1000 habitantes.

Amparada no conceito de ‘Acesso à Emergência como um dos Direitos Humanos‘, e inspirada na luta travada pelo movimento dos médicos canadenses que conquistaram o mesmo para o seu sistema universal – rápida resolução nas unidades de emergência, com adequada oferta de leitos hospitalares para assistência adequada. A proposta da RBCE sai ancorada, no entanto, em uma ‘Aliança Cidadã: médicos, enfermeiros, psicólogos e demais profissionais de saúde, usuários do sistema, gestores do SUS, pesquisadores e professores universitários, juristas e representantes das OABs, economistas em saúde, secretários municipais e estaduais de saúde, deputados federais, representantes do CONASS, do CONASSENS, líderes religiosos e inúmeras entidades representantes de entidades sindicais e movimentos sociais.

O programa foi extenso e muito amplo para abarcar a complexidade do sistema, partindo das questões técnicas ligadas ao Tempo de Atendimento nas Emergências do país, forte indicador do desfecho final e resultado do atendimento, avançou para a definição dos conceitos, para a fundamentação do direito, sua viabilidade econômica e, por fim, para a necessidade da luta política na sua implantação.

A meta é ousada, encontrando descrença mesmo dentro do movimento sanitário, onde ainda ressoa uma pregação estigmatizada da polarização entre Atenção Primária e o modelo hospitalocêntrico; mas busca justamente tensionar a discussão para uma potente aspiração de reestruturação da rede que dê conta da integralidade e reduza a iniquidade do sistema.

O advento da pandemia expôs a dimensão do problema, a capacidade e necessidade de resposta do Estado e do SUS e a importância de sua reestruturação para enfrentamento das grandes necessidades da atenção de urgência e emergência; e serviu para espelhar o status da rede pública, considerando-se que já vivemos com uma emergência sanitária crônica, com a superlotação, congestionamento e baixa resolutividade das unidades de atendimento de emergência.

As palestras do Congresso estão disponíveis no Youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCPAJAAVzvReXxNxGqfB0R5w/videos

Para assistir por temas:

Abertura

https://www.youtube.com/watch?v=w7hPgC7iIW0&t=2039s

Painel de Definição de Tempos de Espera e Permanência

https://www.youtube.com/watch?v=gPqDp3nVgLw&t=5336s

Painel Auditorias e Ouvidorias e Operadores do Direito

https://www.youtube.com/watch?v=VDaNaQlmwDo&t=2901s

Painel Acesso à Emergência e Direitos Humanos

https://www.youtube.com/watch?v=J1ZYTj6vJVw

Painel sobre síntese de evidências para controle da congestão

https://www.youtube.com/watch?v=qIGb7DCWBxg

Saúde Mental – mesa da ABRASME

https://www.youtube.com/watch?v=1twGFuhp2WI&t=857s

Complexos reguladores da atenção à saúde e a garantia dos tempos em espera e filas

https://www.youtube.com/watch?v=Wx7_JRXBCVE&t=1370s

A profissionalização e educação permanente

https://www.youtube.com/watch?v=Yz-mzbQS1Dk&t=5056s

Economia política e sustentação da estratégia “4 x 4”

https://www.youtube.com/watch?v=t9iZN335yUc&t=3179s

Painel sobre os parâmetros de suficiência para oferta hospitalar

https://www.youtube.com/watch?v=C3HZm9VWoKM

Posições de luta no mundo de trabalho frente à pandemia

https://www.youtube.com/watch?v=R-hWdMjNLAo

O “4 x 4” e os desafios nas formas de contratação, gestão e remuneração

https://www.youtube.com/watch?v=7tZUPpDfgxk&t=5432s

Regulação médica na atenção às urgências

https://www.youtube.com/watch?v=Rg6YpUsCOa8

Dimensionamento da força de trabalho nas urgências e hospitais

https://www.youtube.com/watch?v=QIJYqPpOXRg&t=3610s

Tempo de espera e permanência nas linhas de cuidado – parte 1

https://www.youtube.com/watch?v=7FfrSevXuhw&t=5323s

Tempo de espera e permanência nas linhas de cuidado – parte 2 e 3

https://www.youtube.com/watch?v=eBItcy4LxCM&t=652s

Controle social e participação cidadã

https://www.youtube.com/watch?v=m-GJs7FHF-s

Direitos Humanos, gestão clínica e governo clínico, qualidade e segurança dos pacientes

https://www.youtube.com/watch?v=3FkR-wJUncQ&t=595s

Tempos de resposta nos serviços pré-hospitalares móveis de urgência e translados

https://www.youtube.com/watch?v=gPuLD4I_Q7o&t=4078s

Políticas de atenção hospitalar e suficiência orgânica das ofertas em urgência

https://www.youtube.com/watch?v=x52Ao1m312U&t=5854s

Histórico e conceito de comunidades e cidades protetoras da vida

https://www.youtube.com/watch?v=AJ9LnPodfrI

Novo conceito de proteção civil baseada em resultados no tempo e círculo de proteção

https://www.youtube.com/watch?v=GTMUw0hF2g4&t=2193s

Atividades de seguimentos de comunidades protetoras

https://www.youtube.com/watch?v=v81aK6Q9fNA

Os ambientes de trabalho nas urgências como espaços protetores da vida

https://www.youtube.com/watch?v=HFVft85nX6Q

Proteção civil nos serviços de atenção às urgências e no acesso hospitalar

https://www.youtube.com/watch?v=pBs2PwR2R3w&t=2101s

Announcement of the I International Travelling Seminar

https://www.youtube.com/watch?v=hi9jAdREOss

Abertura do processo no Fórum Latino-Americano

https://www.youtube.com/watch?v=t3PLT5xUXQ4

Encerramento político do Congresso

https://www.youtube.com/watch?v=ar0AeyAdKwQ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *